O Futuro e a Física por Trás do 5G

17 de April de 2021 Off By Executiva

A capacidade de conectar equipamentos também será ampliada na quinta geração, podendo chegar a até 1 milhão de aparelhos por quilômetro quadrado. O governo americano também sinalizou que estaria aberto a subsidiar a troca dos equipamentos chineses usados hoje pelas teles brasileiras por peças de outros fornecedores. A Huawei está proibida de operar nos EUA, Reino Unido, Austrália, Suécia e Japão. Por outro lado, recebeu aval para operar em República Tcheca, Espanha, Portugal e Islândia, além de já ter redes 5G operando na Noruega, Suíça, Coreia do Sul, Kuwait e China. O governo americano alega que a Huawei é obrigada a ceder dados privados de usuários ao governo chinês.

Sendo assim, as operadoras devem apostar na comercialização de pacotes com a rede mais veloz apenas no fim do ano. No entanto, o que parece ser mais provável é que a rede de quinta geração chegue ao público brasileiro apenas em 2021. O leilão para saber o futuro da implementação da tecnologia no Brasil será o maior leilão de radiofrequências já realizado no país e o maior para a tecnologia de quinta geração no mundo todo.

Você deve se lembrar que há alguns anos não existia essa de chamada de vídeo pelo celular e, se for um pouco mais velho, talvez se recorde de só conseguir usar o YouTube no computador. Para citar um exemplo mais recente, pense que aplicativos baseados em imagens e vídeos, como Instagram e Snapchat, só dão certo porque esses conteúdos carregam rápido o suficiente.

E, vale dizer, o Estado brasileiro, principalmente na figura da Agência Nacional de Telecomunicações, tem a função de “regular” os serviços de comunicação móvel. Isso envolve adotar medidas para o bom funcionamento desses serviços como, por exemplo, decidir qual equipamento pode ou não pode ser utilizado para sua prestação.

As redes LTE atuais estão ficando sobrecarregadas nas grandes cidades, com lentidões regulares ocorrendo nos horários de pico. Além disso, o surgimento de aparelhos “inteligentes” conectados à Internet significará que nós vamos precisar de um sistema mais rápido e de maior capacidade para suportar os bilhões de dispositivos já existentes. Com essas e outras vantagens, os dados móveis se tornam mais baratos, consomem menos energia e ficam mais rápidos ao conectar muito mais dispositivos do que é possível atualmente. Explicando de modo simples, o 5G transmite toneladas de dados em distâncias mais curtas que o 4G LTE.

Jornada Do 5g

Depois disso, passa da torre por uma rede que leva as informações a um servidor ou a outro telefone. Essa transferência de dados promete ter uma banda muito mais larga e de maior frequência no 5G. Para completar, a rede 5G, além de oferecer conexões mais velozes de modo geral, também está direcionada para a internet das coisas. Em um mundo cada vez mais conectado, a tendência é que cada vez mais aparelhos possam estar conectados e, claro, com valores mais acessíveis.

Segundo o Le Monde Diplomatique, um celular com wi-fi e tela TouchScreen pode ter mais de 250 mil patentes dentro. No Brasil, a rede 5G deve estar comercial no fim de 2021, caso o governo faça o leilão em maio do próximo ano. A rede 5G no mundo soma 138 milhões de conexões ao fim de junho, com crescimento de 116% comparado com ao fim de março. São 190 aparelhos como celulares permitem a conexão 5G, segundo a 5G Americas.

CPI da Covid De acordo com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, o 5G é mais do que apenas uma melhoria das gerações anteriores. O aumento do número de aparelhos conectados por área possibilitará uma enorme ampliação da tendência mundial da “internet das coisas”. Com isso, haverá inúmeras possibilidades, cada vez mais inteligentes e conectadas, para residências, ruas, hospitais, comércios e indústrias.

Para evitar fraquezas generalizadas nas redes móveis nacionais, os desenvolvedores de tecnologia terão de estar mais atentos à segurança do 5G. A fabricante chinesa vem desenvolvendo a tecnologia do 5G desde 2009, tanto internamente como também por meio entidades de padronização. Para os consumidores comuns, a quinta geração da internet móvel permitirá velocidades de download mais rápidas, o desenvolvimento da internet das coisas e também de veículos autônomos.

Celulares De Quarta Geração

Seu celular já faz o caminho para seu assento, já deixa ele programado com as suas preferências (e quem sabe bebidas e comidas já na mão). A conexão vai funcionar o tempo todo, para todo mundo, graças à densidade do 5G, capaz de suportar mais conexões simultâneas.

De acordo com alguns usuários, o coronavírus é resultado da exposição dos seres humanos a frequências dessa rede de telefonia. Mas se levarmos em conta o 5G DSS, o Brasil foi o terceiro país da América do Sul a ter uma rede 5G comercial disponível. Em abril de 2019, o Uruguai, por meio da estatal Antel e com tecnologia da Nokia, foi o primeiro país a disponibilizar lançar o 5G comercialmente no continente, seguido pelo Suriname em dezembro. São poucos modelos a venda atualmente no mundo que possuem essa capacidade —e são bem caros.

por trás da internet 5g

Da 4G para a 5G podemos esperar um aumento de até 100x no número de dispositivos ligados simultaneamente por unidade-área (por exemplo, por quilômetro quadrado, km2). Se só fazemos um uso corriqueiro de navegação na internet, a latência pode atrasar o carregamento de um site e tirar nossa paciência, mas nada muito grave.

O Que É 5g?

Muitas vezes escutamos pelos meios de comunicação as bondades que podem nos trazer as redes sem fios 5G em matéria de comunicação e transmissão de dados. Fazem alusão a quantos filmes ou músicas poderão baixar os usuários de internet em milésimos de segundo ou com quantos usuários poderão estar interconectados simultaneamente por videoconferências sem que estas caiam ou se distorçam.

Quando são considerados os indivíduos, Microsoft e tecnologia a pesquisa aponta que um em cada quatro brasileiros não usa a internet, o que representa 47 milhões de não usuários. Nas áreas urbanas, os usuários são 77% da população, enquanto nas zonas rurais pouco mais da metade das pessoas (53%) têm acesso à rede. Entre os que possuem acesso, 44% têm conexão por cabo ou fibra ótica; 27% por conexão móvel (modem ou chip 3G/4G); e 6% por DSL (via linha telefônica). De acordo com o presidente da Anatel (Agência Nacional das Telecomunicações), Leonardo Euler, afirmou que um edital para 5G deve ser lançado ainda neste ano e que um leilão irá ocorrer até março de 2020.